Erupção liquenóide

As erupções liquenóides representam diversas condições dermatológicas que se assemelham ao quadro clínico do líquen plano, sendo muitas vezes confundidas com este.

A forma mais comum de erupção liquenóide é a causada por uso de medicamentos, com grande importância atualmente, principalmente por ocorrer em decorrência do uso de medicamentos amplamente utilizados na população, com os anti-hipertensivos, os diuréticos e outros.

Apesar das duas condições clínicas terem aspectos muito semelhantes quanto à sua apresentação, existem diferenças que auxiliam no diagnóstico entre erupção liquenóide e líquen plano.

A erupção liquenóide tende a surgir em idades mais avançadas, sendo a distribuição das lesões ocorrendo mais difusamente pelo corpo, diferente do líquen plano, que acomete indivíduos um pouco mais jovens, estando as lesões dermatológicas mais localizadas, em áreas típicas como punhos, antebraços, pernas e região genital.

Na erupção liquenóide também é comum que as lesões da pele estejam dispostas em áreas expostas ao Sol ou à luz (áreas fotoexpostas), especialmente quando associada ao uso de alguns medicamentos, como a hidroclorotiazida.

As mucosas geralmente estão poupadas na erupção liquenóide.

A suspensão dos fatores envolvidos, como o uso de medicamentos, pode ser suficiente para o tratamento. Em alguns casos faz-se necessário o tratamento medicamentoso, semelhante ao que ocorre com o líquen plano. Manchas na pele podem persistir por muito tempo, mesmo após a melhora do quadro clínico.
 
(Ver mais informação em Líquen Plano)

Publicado em E

Um comentário sobre “Erupção liquenóide

Deixe uma resposta